Somos a favor do porte de livros!
Somos a favor da economia verde!
E vamos dar voz aos nossos índios!

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Hoje: 11.12.2019


A cidade amanheceu branca. Da janela da sala só pude ver a castanheira verde.
Tudo em torno estava branco de névoa. A chuva chegou lenta.
A notícia sobre a jovem Greta brilhou como o sol.
As ações dos jovens para proteger a natureza são a única saída.
Os homens do governo, aqui perto ou lá longe, se perdem em buracos escuros 
de dinheiro e mentiras.   

Somos todos Greta!

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Nota de final de ano:

Terminei mais um livro. Em breve, estará na editora para montagem 
e revisões finais.
A história da vinda de meus antepassados italianos para o Brasil
em 1877 é uma escrita de descobertas íntimas e sutis informações 
históricas com uma pitada de ficção.
Aguardem!



                                        Catedral de San Benedetto Po. Foto de 2018

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Bologna - Itália






Fotos de José Eduardo Barros, 2016

Nota:
               A elegante cidade de Bolonha nos agradou
              demais. Uma imensa biblioteca redonda, frequentada
              em diversas horas do dia pelos moradores, foi uma 
              surpresa inesquecível. A cidade velha é rodeada de arcos
              de tons rosados, onde os habitantes circulam misturados 
              aos turistas. 
                                         A bela Biblioteca de Bolonha participa da vida cultural
                                        da cidade, onde também se encontra a segunda
                                        universidade criada no mundo (1088).
                                        Porém, foi lá que foi usado o termo "Universitas"
                                        pela primeira vez.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Poema: Rio de Janeiro



Esta cidade tem um rosto
Onde me encontro
Por vezes nas ruas
Outras vezes junto ao mar
Rostos graves surgem
Ao redor de tudo
Pois tem gente com fome
E nem sabe escrever o nome
Nesta cidade de belezas tontas
De naturezas redondas
E de mulheres assassinadas
Tem gente “grande” e sabida
Que se envolve em falcatruas
Mas alguns rostos circulam
Alienados na dor
De não ter onde morar
A cidade de pés descalços
Onde a natureza pulsa e consome
Os dias e as noites desta gente
De vida (quase) vazia
Há os grandes e os pequeninos
Em seus mínimos detalhes
Nesta cidade Rio
De janeiro até dezembro:
Humildes ou humilhados
No mar lavam o rosto
Nas ruas catam comida
Na vida desta minha gente
o amor não morre, não!
...
(silêncio!)



Rio, 2 de dezembro de 2019



domingo, 1 de dezembro de 2019

Napoli, migliaia di sardine in piazza Dante cantano "Bella Ciao"


A música Bella Ciao tem história. A melodia foi usada para a canção que se tornou símbolo da Resistência Italiana contra o Fascismo!

A gravação acima foi realizada em Nápoles na Praça Dante em 30.11.2019


Assistimos o povo italiano em diversas cidades do país reagindo e se manifestando contra a política de Salvini.
Daqui do Brasil manifesto a minha solidariedade a este movimento e canto junto com eles; os que não querem o fascismo de volta.
Precisamos encontrar a nossa canção, aqui no Brasil, para que possamos nos manifestar contra o horror que sentimos com o que estamos vivendo com este governo de Extrema Direita, que tanto nos envergonha.





sábado, 30 de novembro de 2019

Anotações densas:

Enquanto o dia corre e a noite chega devagar, os pássaros das árvores vizinhas visitam as janelas de vidro alto e suavizam as cores deste final de ano, em seu entardecer. 
Rio de Janeiro, 30 de novembro de 2019.

A América Latina ferve de movimentos populares necessários para abrir a nossa cabeça e instaurar novos pensamentos; sensatos, construtivos e importantes. 
O aprendizado com o Chile, por exemplo, sopra recados que assombram, afinal com o ultraliberalismo só temos que nos assustar. De jeito nenhum repetir a mesma história por aqui. Nada de escolas nem saúde privatizadas. Por favor, acordem!