Somos a favor do porte de livros!
Somos a favor da economia verde!
E vamos dar voz aos nossos índios!

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Poema novo

Une manifestante anti-Moubarak AFP


As pedras do Egito




Da cidade do Cairo ouvi os tiros dos fuzis.

Vi os rostos ensanguentados envolvidos

Em algodão. E os rostos sorridentes

Em um mar assustador.

As pedras das calçadas transfiguradas

De um colorido humano nasceu a força.

Suados na esperança o povo pede mais

Days of liberty and
Justice for all.



Homens e mulheres buscam a "utopia realista"?

E na fé consentem que seja a hora.



Sofridos os rostos expostos na praça

Não desistem.

As pedras das calçadas transfiguradas.







(Escrito em 04.02.2011, no final da manhã.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário