Somos a favor do porte de livros!
Somos a favor da economia verde!
E vamos dar voz aos nossos índios!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Un amour de jeunesse. O terceiro longa-metragem de Mia Hansen-Love

Um emocionante filme se apresenta fora do Festival Paris Cinema, e se escreve de forma bastante sensível entre a fragilidade e a maturidade de uma jovem de 16 anos, que sonha viver de amor. As cenas nas montanhas são pinturas que dão o tom da diferença nas buscas pessoais de dois adolescentes apaixonados.  Revivemos imagens dos filmes de Éric Rohmer.
A cineasta declarou que escolheu fazer cinema em vez de 'literatura' em função de não suportar a solidão exigida na escrita. Ganha o cinema, e todos nós também que queremos ver o "vrai" cinema. Voilà!

Nenhum comentário:

Postar um comentário