domingo, 24 de junho de 2012

Notas sobre Tradução e psicanálise


As relações entre psicanálise e tradução são muito complexas.
Sabe-se que Freud, por exemplo, chegou na França pelas traduções que tendiam a desnaturalizar o essencial de sua inventividade. Essas traduções visavam a comunicação de sentido.
Muitos anos depois, Lacan retomando os textos de Freud conseguiu com suas leituras-traduções interrogá-los em uma trama delicada diante da língua e suas imagens.
A psicanálise pode ser tomada e estudada, inclusive, pela força que mantém com a tradução, "na medida em que ela indaga a relação do homem com a linguagem, as línguas, e a língua "dita materna" (Antoine Berman, L'épreuve de l'étranger, p. 283. Gallimard).

                                                                             *

O poeta, tradutor e professor armeno Marc Nichanian contribui de forma singular nestas questões que hoje se impõem no mundo ao afirmar a importância da tradução neste momento. A tradução pensada enquanto experiência. Ele considera que vivemos a 'era das Catástrofes' e diz que é preciso testemunhar. 
Traduzir é testemunhar! Traduzir também é experimentar na língua a diferença e a perda.
Ainda com o escritor Nichanian encontramos a afirmação de que a tradução é um "ato criador", e ela pode ser vista enquanto um ato de testemunho.
Consideramos que, nos últimos vinte anos, vivemos a "era do testemunho". Um testemunho moderno na linha de Primo Levi, Paul Celan, Victor Klemperer, Jorge Semprun e outros.

sábado, 23 de junho de 2012





 DENIS ROCHE




LA QUESTION QUE JE POSE







On dit de lui qu'il est écrivain et qu'il est photographe ; qu'en lui ces deux activités créatrices, la littérature et la photographie, coexistent, se conjuguent, voire se confondent. Il est vrai qu'il incarne aujourd'hui comme personne cette étrange ambivalence, cette double portée lyrique, cet incessant va-et-vient, dont il s'emploie à cultiver précisément l'entre-deux quand il ne se porte pas tout simplement aux extrémités de l'une ou de l'autre, par exemple par des livres ou par des expositions.
L'exposition qu'il a intitulée "La Question que je pose" ne propose Èvidemment pas ce qu'on appelle Si commodément une réponse: ce serait mettre la charrue avant les boeufs. Elle incite seulement à reprendre les choses à leur début , car il n'y a jamais qu'une seule question en art, un seul relief de l'esprit et un seul cadre pour le dire, un seul paysage et un seul élan pour y etre, un seul chant qui prend tout et qui s'en va, sans fin, çà et là, sur les murs.

http://www.galerielereverbere.com/


Denis Roche
( La poésie est inadmissible, p. 259)
Tradução: Solange Rebuzzi


O levantar do intruso

As linhas são muito longas no úl-
Timo, se é preciso que “a penúria picante su-
Foque o último dos nervos... e a honra
De tê-lo erguido (a você) a primeira”
A libertinagem elegante tal como se pratica
Em um posto feudal, com seu coração
No pátio dos guichês ela de pernas
Multicoloridas por tê-las alongado no
Caminho, de lá (de lá) ter tirado um estoque
De coisas masculinas inacreditáveis. 

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Dia mundial do meio ambiente (dia 6 de junho)






                                         
                                                      "Em suma, o que é uma floresta?
                                                      - É simultaneamente um monumento e
                                                      uma sociedade. (Como uma árvore é
                                                      ao mesmo tempo um ser e uma estátua.)"
                                                                                        Francis Ponge

Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro


                                 Foto do jornal O Globo de 2 de junho de 2012.

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Tradução e psicanálise (minicurso na UFF)


universidade federal fluminense
instituto de letras
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS DE LITERATURA


MINICURSO
PROFESSORAS DOUTORAS
SOLANGE REBUZZI(UFF/FAPERJ) E MARIA PAULA FROTA(PUC-RIO)
TRADUÇÃO E PSICANÁLISE”

dia: 25 A 29 de JUNHO de 2012
horário: 14 ÀS 17 horas
sala: 501 – bloco c

Inscrições: Secretaria de Pós-Graduação em Estudos de Literatura
Taxa: R$ 20,00 (vinte reais)