fotos de arquivo

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Leitura do Livro das areias com votos de Feliz 2013!

video
                                 Jardim Botânico do Rio de Janeiro em 31 de dezembro de 2012.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Você viu?


(Rio de Janeiro, 25 de dezembro de 2012)

Não sei se você viu, mas eu vi:
o chão da Síria ensanguentado e coberto de panos e pedaços de corpos.
Faz tempo que o homem esqueceu os princípios que regem a vida. Não é de hoje que as armas insuflam o poder e reduzem o sentido da vida.
A banalização de tudo e os excessos de tudo tomaram conta da vida do homem. Há tantos carros e desejos de mais... tantas drogas, bebidas, luxo! Nem dá mais para criticar. Cairíamos no ridículo de mostrar algum pudor, e ninguém mais quer saber disso. Até mesmo a internet e seus milhares de iphones e ipads nos cansam imediatamente, logo após serem lançados. Tantos... e tantas coisas em exposição enjoam!
No entanto, a vida é única e de cada um. É agora.
Aqueles corpos danificados, subitamente, por um bombardeio na fila da compra do pão nos chocam tanto ou mais que o tiroteio dos EUA dentro de uma Escola de crianças pequenas.
Terminamos este ano de 2012 com essas cargas.
O que está acontecendo com o homem de nosso tempo?

Que 2013 possa nos dar fôlego e força na caminhada!
Que nossos irmãos, os sírios ou os americanos, consigam agir de fato! Proteger protegendo-se, e viver fora dos circuitos das armas.
As providências pela vida são urgentes.
Aqui no Brasil, as providências humanas necessárias devem visar a ética e a educação de nosso povo antes de tudo.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Andre Rieu - Ave Maria na voz de Kimi Skota



FELIZ NATAL! Bon Nadal. Fröhlich Weihnachten. Merry Christmas. Joyeux Nöel.
Bo Nada. Buon Natale. Feliz Navidad. Srozhdestvom Kristovym. Sarbotori vesele.
Sheng Tan Kuai Loh. Milad Majid. Een Plesierige Kerfees !!!

sábado, 15 de dezembro de 2012





Em minhas mãos...
Conversa com a escritora Solange 
Rebuzzi.
Dia 19 de dezembro às 10h00,
na sala 311 do bloco C do 
Instituto de Letras da UFF.  
Grupo de pesquisa “O passado no
presente: releituras da modernidade”

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Nioque antes da primavera de Francis Ponge (tradução e posfácio de Solange Rebuzzi)

Já está circulando a tradução editada pela Lumme.
Comprar no site da editora: www.lummeeditor.com ou pela livraria cultura http://www.livrariacultura.com.br, nas demais livrarias do país é preciso encomendar.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Roma, verão de 2011





O tempo, agora inserido no vulgar das palavras e das ações ligeiras, também foi fruto do trabalho do homem e o colocou diante do moderno e do contemporâneo, neste abismo que procuramos contornar. Fragmento, Livro das areias, p. 23.

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Pierre Bourdieu un hommage: video: Antonio Negri à l’occasion de la sortie de ...

Pierre Bourdieu un hommage: video: Antonio Negri à l’occasion de la sortie de ...: Antonio Negri à l’occasion de la sortie de son ouvrage (avec Michael Hardt) Commonwealth , séminaire «Du public au commun» , 28 nov...

Nota Ficcional (?)
Já faz alguns anos que ouvi algumas histórias a respeito de um primo-irmão de minha avó paterna - a vovó Rosa - que morava na Itália e estava preso por lá em razão de questões políticas. Diziam, naquela época, que ele era um intelectual de esquerda muito inteligente.
Não é difícil na linha imaginária que me dá motivos, também, de escrita encontrar nos traços deste Senhor Negri as feições de outros, tios e primos, descendentes da Itália do Norte.
Se algum dia eu puder encontrá-lo, pessoalmente, devo dizer que sou neta de sua prima Amélia Rosa Negri que nasceu no Brasil.

sábado, 1 de dezembro de 2012

Recital Caixa Preta no Centro Cultural SP


                   No dia 12/12 no Recital Caixa Preta no CCSP – Centro Cultural São Paulo – serão apresentados os seguintes títulos: 

"Cartas a Vadim Kozovoi" seguido de "A palavras ascendente" e "Depois do Golpe" ensaio, precedido por "O ir-e-vir eterno", de Maurice Blanchot,
Traduzidos por Amanda Mendes Casal & Eclair Antonio Alameida Filho;

“Eu índice n”, conto, único até agora, na produção do poeta E. M. de Melo e Castro. Conto que estava dado como perdido (edição especialíssima com infodesenhos de Eugénia Melo e Castro);

“Cautos Causos" e "Outros Cautos causos”, dois novos livros de Glauco Mattoso;

"Al otro lado del acaso", de José Cardona-Lopez (Edição especial em Espanhol);

"O sonho da insularidade", de Delfín Prats, traduzido por Fábio Aristimunho Vargas;

"Estética como acontecimento", de Daniel Lins;

“Livro das areias”, de Solange Rebuzzi +
“Nioque antes da primavera”, de Francis Ponge, traduzido por ela;

“Da soberba da poesia”, de Marcos Siscar, e "A estranheza-em-comum", de Silvina Rodrigues Lopes;

“Cores para cegos”, Claudio Daniel

"Poemas Míticos”, plaquete de Contador Borges;

“Camafeu escarlate”, de Andréia Carvalho;

“The chair/A cadeira”, plaquete de David Dephy, autor do Leste-europeu, tradução de Fabio Bensoussan;

“Destino: Rua Aurora” e “El Futuro”, livro e plaquete de Alfredo Fressia;

“Gritos, rasgos e rapinas - 23 poemas de Joyce Mansour”, tradução de Eclair Antonio Alameida Filho e prefácio de Claudio Willer;

“Circular” do poeta argentino Mario Arteca, tradução de Ronald Polito;

“Vinil”, de Mario Arteca, tradução de Dirlen Loyola e o Fabrício Gabriel de Souza;

Flor de Lírio”, Adriana Zapparoli;
“El Simultaneismo”, antologia do Grupo Simultanísta de Valência – Espanha (Edição especial em Espanhol).