sábado, 26 de janeiro de 2013

Passeio na orla do mar



                                           Para Oliverio Girondo


De manhã um passeio na praia povoada.
Super povoada.

Pernas e mais pernas nas areias.
E braços e cabeças em tumulto.

Muito azul e alguma coisa cinza.

Não há sombra. No ritmo da caminhada de algumas mulheres o horizonte do corpo e o algodão da estação se incorporam.

Por quase nada, um gole de água de coco pode acender o desejo.

Os homens em bando jogam vôlei e futebol.
O céu cinza finca o tempo e as horas.

O mar
essa água metade sal e metade vento
afoba e abafa os vícios de verão.

Muito azul! Alguma coisa gris?

O mar grita.

Na voz do mar
uma tortura,
um sonido distante
:
muito azul e muito cinza.


(publicado no livro Estrangeira, 2010)

Nenhum comentário:

Postar um comentário