Somos a favor do porte de livros!
Somos a favor da economia verde!
E vamos dar voz aos nossos índios!

terça-feira, 26 de agosto de 2014

A aranha rubra


autora: Solange Rebuzzi

ilustração: Guto Lins


1


A aranha rubra segue
à risca
o balanço das pernas
cavalgando no ar


Observo os passos da
aranha pelas letras no papel
não é aranha ao léu
come insetos...


estende-se e -----------  lê
sobre as letras que trafega
Um salto duplo no

súbito  ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

e um passo além do céu
                                                uuuuuuuhhh~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


Sem inibição nem
teia:       
              parece que não deixa
                        rastro
               
Quando vai-----------------decide-
se oblíqua faz o jogo


Presas chãs impensadas
cruzando espaços brancos cruzando










2

UMA          PERNA                AQUI                 (e)





OUTRA                                                                                 LÁ


posso deslocar        já
qual um gato
um sapo que escorrega
e saltita rápido


desejo dançar nua
no delírio da língua
sem parceiro no ar
procuro o escuro do tempo
a mais negra fontana
(dormindo acordada)


Quero o rumor da mesa
a forma não é alimento
chegar perto do Sol
nas viagens entre espaços
poentes duendes, diablos
sobras, poeiras, zoos


Antes firmo moradia
aqui: convidando leitores
nos livros finco o pé
caminho(s) terra(s) inteira(s)
nestas horas trabalho-
trabalho-e-babo 


Do meu pulo habitual
não faço concessões
consigo pular          vãos
janelas  ~~~~~~~~~~~~~~  portões
gosto de passear         ahhh
pernilongos abelhas zangões


pelas veredas dia
experimento trilhas
frestas abismos telas
- uma aranha não duvida!












Solange Rebuzzi
  é poeta e pesquisadora. Publicou em poesia, entre outros: “Canto de sombras” e “Pó de borboleta” (7Letras). E-mail:
solrebuzzi@uol.com.br


Guto Lins é artista gráfico e professor da PUC-Rio.

http://cronopios.com.br/cronopinhos/ineditos.asp?id=41
Com os mais sinceros agradecimentos ao Portal Cronópios que publicou em 23 de abril de 2006, pela primeira vez, (link acima) o texto "A aranha rubra". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário