fotos de arquivo

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Poema de inverno

Cruz no céu



Não faz frio nem calor.
O ar está parado.

Leio atenta.
Escrevo raramente.

Penso muito.
Caminho a pé pelo bairro.

O tênis do pé esquerdo 
reclama. Desliza.

Muitos buracos.
As passadas cada vez mais curtas.

Não faz frio.
O inverno é carioca.

No próximo sábado a lua acenderá
no início da noite.

Dizem os astrônomos:
uma cruz se desenhará no céu.



                 Lua  
       Júpiter  estrela Regulus.
               Vênus



                                  Rio de Janeiro, 16/07/2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário