fotos de arquivo

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O novo livro de Pascal Guignard

Princesse
Vieille Reine

de Pascal Quignard

Comprei em Agosto de 2015, em Paris, o livro recém editado pela Galilée


O livro e o título

Com menos de sessenta páginas, o livro elegante de Guignard me atraiu primeiro pelo título.
Posso traduzi-lo, de imediato, como: Princessa  Velha Rainha  cinco contos ou, ainda, Princesa Rainha Velha em cinco contos.
As duas formas fazem o leitor pensar. Sugerem um caminho na linguagem no qual a menina-princessa se depara com o lugar de uma rainha na velhice? Possivelmente. Mas, não só isso.
Logo na abertura do livro encontro, em uma folha solta, uma Prière d’insérer. Surpreendida pelo fato procuro a tradução mais ampla para o gesto do autor.
Uma Prière/Prece aqui não se parece com uma oração. Vou buscar desvendar a expressão em diálogo com uma amiga francesa.

Princesa, velha rainha
Em cinco contos revela-se em cinco vestidos:
um quimono japonês,
uma longa túnica,
um vestido de seda da China,
um mantô de pele,
um vestido da época de Napoleão III…

E um espelho vazio…
imaginário colocado no jardim.

Pode o leitor questionar qualquer coisa, mas nunca a escrita de Guignard que é teatral tanto quanto poética.
Adorei!


Divulgo, aqui, para os leitores de poesia
(e ainda para os psicanalistas!)
                                                                                                                

                                           Rio, final de janeiro de 2016.



Nenhum comentário:

Postar um comentário