domingo, 24 de julho de 2016

Fragmento do livro Oito noites em Veneza

                                                                                                     1.04.2015


   Em abril, durante a Páscoa, os sinos tocam. Muito.
Andamos perdidos em ruas estreitas. Seguimos o badalar dos
sinos sem nos importar com as horas. Percebo, de repente,
que as asas fazem parte. Há asas espalhadas nos locais mais
estranhos. Estão expostas as asas construídas por Leonardo
da Vinci, as primeiras asas feitas por um homem. Há as asas
que compõem os quadros dos pintores com anjos dentro e
fora dos espaços imaginados.

                                                                 (p.27)

Nenhum comentário:

Postar um comentário