quinta-feira, 18 de maio de 2017

Atenção:

Muitas cabeças vão rolar.

Não se sabe ao certo o rumo que teremos nos dias que virão.
Momentos sombrios desvendam os nós que escondiam os fatos.
Caem as máscaras.

Nas ruas escutei restos de conversas:
"Não há direção!"
"Vamos pedir pra voltar para o dia de ontem que era melhor."

Os homens de terno estão sérios. Os porteiros dos prédios também.
Não estamos na época da guilhotina, mas muitas cabeças vão rolar...
Na TV dizem: "precisamos blindar a economia."

Muitas cabeças vão rolar!


Rio de Janeiro, 18.05.2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário