fotos de arquivo

segunda-feira, 12 de junho de 2017

"Navegar é preciso, viver não é preciso"




(fotos de José Eduardo Barros: Évora, Estremoz e Monsaraz)



No século I a.c., o general romano Pompeu, encorajava marinheiros receosos, inaugurando a frase “Navigare necesse, vivere non est necesse.”
Corria o século XIV e o poeta italiano Petrarca transformava a expressão para “Navegar é preciso, viver não é preciso.”
“Quero para mim o espírito dessa frase”, escreveu depois Fernando Pessoa, confinando o seu sentido de vida à criação.

(retirado do site da Universidade de Coimbra: www.uc.pt/navegar/

...................

Hoje, a frase me habita. E, relembro que era sempre repetida por meu pai, ao longo da vida, em momentos distintos. 
Viva!
Viajar é preciso. Criar é preciso.
Experimentar é preciso!
É preciso navegar...

Viver, como já afirmaram outros, não é tão preciso assim...


Rio de Janeiro, 12.06.2017 

Nenhum comentário:

Postar um comentário