Somos a favor do porte de livros!
Somos a favor da economia verde!
E vamos dar voz aos nossos índios!

sábado, 30 de novembro de 2019

Anotações densas:

Enquanto o dia corre e a noite chega devagar, os pássaros das árvores vizinhas visitam as janelas de vidro alto e suavizam as cores deste final de ano, em seu entardecer. 
Rio de Janeiro, 30 de novembro de 2019.

A América Latina ferve de movimentos populares necessários para abrir a nossa cabeça e instaurar novos pensamentos; sensatos, construtivos e importantes. 
O aprendizado com o Chile, por exemplo, sopra recados que assombram, afinal com o ultraliberalismo só temos que nos assustar. De jeito nenhum repetir a mesma história por aqui. Nada de escolas nem saúde privatizadas. Por favor, acordem!   

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Oito noites em Veneza, ed.7Letras

                                                             Fotos de José Eduardo Barros

                                                           

sábado, 23 de novembro de 2019

É campeão!

Uma vez Flamengo... sempre Flamengo!

1.
O Rio vive um momento de euforia neste final de semana.
Respira-se um intervalo de risos e cantos rubro-negros.
Homens e mulheres de todas as idades usam as camisas,
agora, nomeadas "manto sagrado".

2.
Na origem do nome "flamengo" está a cor da chama: vermelho.
Derivado do latim "flamma"= chama. Aliás, na forma
portuguesa, com certeza, eruditamente diz-se flama.
Fulmen "raio", no Grego phlox "chama".

3.
Outros nomes surgem nesta cadeia do pensar:
o bairro do Flamengo onde nasceu o nome do clube
é um local com praia e mar. Lá remavam os jovens
em competições antes ainda do futebol começar.

4.
O "clube mais querido do Brasil" desde 1927
corre nos campos e nos corações dos brasileiros.
"Uma vez Flamengo...
Flamengo até morrer!"




Bella Ciao -. Modena, Itália


Muitos italianos cantam em Modena, na praça principal, resistindo à
Extrema Direita de Salvini.

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Lyon, cidade inesquecível







                                                         Cidade velha e arredores, 2005

Nota: Na beira do rio Rhône, na feira que ali se desdobra, compramos queijo de cabra por 1euro!

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

A coruja e o fogo


                                                              O segundo livro da trilogia dos infantis,
                                                              editora Lumme - segundo semestre de 2019
                         

sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Ainda em Veneza


                                                    Salvador Dalí em outros tempos de Veneza 

Veneza - Homenagem


                                         


                                         



                                          Pound em Veneza em foto histórica!
e
2018 ou 2016 em fotos do José Eduardo Barros:
a vida, a arte, a moda...
Veneza pulsa!

E, nestes dias de novembro de 2019, com o fenômeno da 
"água alta" somos obrigados a ver e viver o pior
para conseguir pensar e ajudar a proteger Veneza?
A urgência é enorme. O patrimônio cultural e artístico
da cidade é inigualável!

domingo, 10 de novembro de 2019

Berlim - 2011


                                         



                                          Fotos de José Eduardo Barros

Rememoro:
chegamos em Berlim no final da primavera de 2011 e estava ainda bastante frio e chuvoso.
Depois de dois ou três dias, acordamos no verão. Dias claros e quentes. Visitamos quase
uma dezena de museus, e havia muitos outros ainda a conhecer. Andamos a pé, de trem e
de ônibus em diversas direções e em horas inventadas .
Bebemos a arte e a arquitetura em goles grandes ou em detalhes...
e a história do homem caminhou conosco.




sábado, 9 de novembro de 2019

Viva a nossa Constituição!

Comento, com alegria, que em qualquer país do mundo é preciso existir o pensamento que defenda os Direitos Humanos. Os partidos de esquerda têm sido os que assim agem, pois priorizam princípios humanos e não os da lógica do capitalismo neoliberal.

No Brasil, estamos vendo a degradação destes Direitos já adquiridos. Vivemos dias de um governo de Extrema Direita banhado em águas militares. O ódio e o medo são o cenário que traduz este tempo Bolsonaro. 

Hoje, quando se comemora 30 anos da Queda do Muro de Berlim, com todos os simbolismos de liberdade aí colocados, comemoramos também a saída de Lula da prisão.
Esquerda livre!


Rio de Janeiro, 9 de novembro de 2019 

"Manchas negras" chegam às praias do Espírito Santo

É negro o petróleo! 
É mortal e assassino 
em camadas visíveis + invisíveis.
É lamentável.  
É cruel!

Difícil de acreditar no que vemos e ouvimos nos noticiários televisivos, e nas palavras de homens do governo com um despreparo radical nunca visto. Afinal, estamos diante de um desastre enorme causado em nossos mares por petróleo cru.
A maioria das praias do nordeste já está contaminada, inclusive de benzeno. Procurem conhecer o que significa tudo isto. Já são nove estados e 97 municípios.
Ontem, escutei que o maldito petróleo, que vazou de algum navio no mar de nossa costa nordestina chegou às praias de São Mateus e Santa Monica no Estado do Espírito Santo.   

Lá as praias são de areia fina, pois é área de mangues e foz de rios. 
Por lá alguns surfistas circulam. Águas limpas, peixes saborosos.
Andei dando bons mergulhos na praia de Santa Monica nas décadas de setenta e oitenta.

Triste momento vivemos!


Rio, 9.11.2019


sábado, 2 de novembro de 2019

Somos todos índios!

Quanto temos a lamentar deste governo tão desgovernado!
Destes meses, destes dias, destas horas onde o que cala reclama,
pois não há como consentir ignorância e arrogância tão extremas.
Onde a morte de um índio pede resolução sem clemência assim como o assassinato
de Marielle.

Somos todos índios!


Rio, 2 de novembro de 2019

Edgar Morin nos ajuda a pensar

https://www.lecho.be/opinions/general/edgar-morin-on-a-une-europe-squelettique-sans-ame-inhumaine/10177744.html


                                               Foto publicada no L´Echo - Bélgica